O equilibrismo na sala de aula

Artigo publicado Sábado, 12 de Setembro de 2015 por querotemuito

QM-EQUILIBRISMO-SALA-DE-AULA

A sala de aula é um local mágico, onde a memória é uma esponja absorvente e a cabeça passa o dia em modo tetris a encaixar e processar informação.
Os professores e educadores são os guardiões da magia, os cabeça de cartaz de toda uma companhia de artistas que prepara e treina as suas actuações para o resto da vida.

Mas os artistas são muitos, e cada um com a sua arte, com o seu talento, engenho, com a sua identidade única e nem sempre é fácil gerir uma companhia de artistas tão diversificada.

O segredo do sucesso está na capacidade de equilibrar, equilibrar as expectativas, as exigências e até recalibrar a nossa mente. Está na capacidade de ser racional com afecto. De sermos todo.

E às vezes, também está na capacidade de respirar fundo e perceber que o desequilíbrio também faz parte e há que aprender a crescer com ele. Só ensinamos o que já aprendemos, sabiam?

A pensar nisso, criámos a palestra interactiva “O equilibrismo na sala de aula – Pensar com a cabeça, falar com o coração”, uma palestra que deixará sementes e que mudará para sempre o modo como encaramos a educação, a comunicação e a profissão.

DESTINATÁRIOS:

  • Professores;
  • Educadores;

DURAÇÃO:

  • 3 Horas;

FORMATO:

  • Palestra Interactiva;

PRÓXIMOS LOCAIS:

  • ALJUSTREL
    25 de NOVEMBRO de 2015, Quarta-feira.

JÁ REALIZADOS:

FUNCHAL

Salesianos
30 de OUTUBRO de 2015.

QM-ESA-FUNCHAL

Muito bom!! É este tipo de formação que todos precisamos, pois mais do que a formatação de conteúdos, é muito importante e necessário “olharmo-nos” para o nosso próprio eu. Por favor, volte mais cedo!

Gosto muito de desafios e de ser “espicaçada” no meu dia-a-dia e a Cristina consegue desafiar-me a pensar em ser melhor e a reflectir sobre as minhas acções sem reservas.

Adorei a acção. Bem orientada e com um nível de comunicação fantástico. Leva-nos a cair na realidade e a olharmo-nos como pessoa e profissional

Foi uma formação bastante positiva pois levou-me a refletir imenso sobre a comunicação. A partir de hoje, algo mudou em mim. Muito Obrigada!

Amo aquilo que faço e hoje apercebi-me disso repensando a relação que tenho com os meus alunos. Apesar das dificuldades sentidas diariamente quero crescer e aprender com os meus alunos. Obrigada pelo desempenho fantástico e pela positividade transmitida.

Foram três horas bem passadas e muito produtivas! Adorei fazer parte, adoro ser professora, adoro o que faço, mas sei que tenho ainda muito para melhorar e é com acções destas que eu vou conseguir, ou seja, refletindo.

Gostei muito desta pausa para pensar, Há coisas que só mesmo quando nos obrigam é que pensamos nelas. Mais uma vez obrigada por nos ajudar a ser um pouco melhores.

Esta formação foi muito importante, no sentido que me fez refletir sobre a minha participação/intervenção na escola, no processo ensino-aprendizagem e na relação com os alunos.
Ser professor é algo que vem do coração, não podemos dar se não sentimos ou não temos. Contudo, se reflectirmos podemos mudar as nossas atitudes, mudando também a nossa relação com os alunos e atingindo melhores resultados a todos os níveis.
Afinal, é muito importante a nossa acção e com ela podemos mudar pequenas, grandes coisas…o mundo! Tudo é possível quando fazemos com paixão e determinação.

COVILHÃ

Escola Profissional Agrícola Quinta da Lageosa.
24 de SETEMBRO de 2015.

QM-ESA-COVILHA

Cada vez que participo nestas acções sinto que seria importante que elas se repetissem mais vezes. Nestes momentos de reflexão ou de discussão de ideias somos obrigados a despertar para a realidade, para uma realidade que, por vezes, teimosamente fingimos que não é a nossa e isso é bom!
É fundamental sair do nosso espaço de conforto e perceber que nem sempre fazemos as coisas bem e que podemos melhorar. A Cristina tem essa capacidade de nos espicaçar, de nos abanar e de nos incutir a vontade de fazer diferente, de procurar fazer melhor.

Considerei a acção muito bem orientada. Gostei da forma franca e empática como conduziu o grupo.
Foi perspicaz, soube retirar alguma da nossa “essência” quando nem sempre estamos à vontade para exprimir as nossas emoções.
Ser professor não é um exercício fácil, é cada vez mais difícil. o contexto condiciona muito a nossa capacidade criativa mas registei, com simpatia, que me tenho esforçado em dominar as minhas dificuldades e penso já ter conseguido ultrapassar essa linha.
Dou-lhe os parabéns e desejo que continue a irradiar essa força positiva que nos deu o privilégio de receber!
Obrigado!

2 comentários to “O equilibrismo na sala de aula”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.