Projecto, Missão e Valores

PROJECTO

Corria o ano de 2006 quando a dificuldade em aceitar a ordem “natural” das coisas se instalou entre nós.
Defendemos que o que levamos na vida é o que somos e o que fazemos tanto pelos outros como por nós.
Acreditamos que o poder da actividade voluntária é imensurável e é nessa força que baseamos a nossa actuação. A cada nova intervenção nunca teremos real noção do quanto transformamos positivamente a vida de uma criança, de uma família, de uma escola, de uma cidade, e por ai adiante…
Desconhecer a verdadeira dimensão do nosso sucesso não nos consome, não procuramos reconhecimento, nem medalhas, o orgulho de nos sabermos na luta pela vida apesar das imensas dificuldades, é a nossa maior vitória.
Subsistimos diariamente sem financiamentos públicos ou privados, desenvolvemos grande parte dos nossos projectos a título gratuito e financiamo-nos com o melhor que temos “a capacidade de saber fazer”.
A título pessoal, acredito que inspiramos, que ajudamos os que passam por nós a sacudir o pó das mãos e assumir o comando da vida.

Cristina Fonseca
Crente no poder do querer
Apaixonada pela vida
Presidente de Direcção

MISSÃO E VALORES

Excerto retirado dos estatutos da Associação.

Artigo 2º

1. À Associação presidem, entre outros, os seguintes princípios:
a. Responsabilidade Social;
b. Pró-Actividade;
c. Empowerment;
d. Participação Cívica;
e. Colaboração e Fortalecimento Comunitário.

Artigo 3º
(finalidades)

1. A Associação tem como finalidades:

a. Consciencializar / Despertar, Pais, Encarregados de Educação e restantes Agentes Educativos para as novas realidades funcionais, sociais e culturais de crianças e jovens;
b. Fomentar e incentivar a formação como necessidade urgente e constante de todos os actores sociais a desempenhar ” funções e tarefas” com crianças e jovens;
c. Dotar crianças/jovens de competências sociais e pessoais de combate a práticas não reflexivas e comportamentos anómicos;
d. Desenvolver ferramentas de apoio na parentalidade em crianças com deficiência;
e. Consciencializar / Despertar, a comunidade em geral paras as necessidades, pessoais, emocionais, sociais e culturais da terceira idade;
f. Criar e desenvolver acções de apoio dirigidas a famílias, através de apoio psicológico, de terapia familiar, mediação familiar e outros serviços de aconselhamento e apoio social directo;
g. Promover acções que visem a dinamização pessoal, social, e cultural das populações – alvo
h. Promover a interacção e transmissão de valores entre gerações;
i. Desenvolver campanhas de prevenção e comunicação de riscos;

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.